Ligue!

11.5543.0039

Detalhes garantem segurança no tratamento em Clínicas Estéticas



Presidente do SindEstética ressalta características que tornam uma clínica de  estética confiável

No Brasil já são mais de 281 mil empresas voltadas para a estética, um setor que cresceu 186% na ultima década. São milhares de pessoas que se entregam nas mãos de profissionais, esperando resultados e benefícios para o corpo, além de uma dose extra de bem-estar.

No entanto o aumento de clínicas estéticas espalhadas por todo o país também sugere cuidados dobrados na hora de escolher o melhor estabelecimento. “Alguns detalhes são essenciais para garantir a segurança na hora de realizar qualquer tratamento estético”, lembra Daniela Lopez, presidente do SindEstética Sindicato dos Empregadores em Empresas e Profissionais Liberais em Estética e Cosmetologia do Estado de São Paulo.

Higiene

O primeiro passo para avaliar se a clínica de estética é considerada adequada, está na higiene do local. Detalhe importantíssimo para garantir sua saúde. “Uma clínica de estética está diretamente ligada com a saúde das pessoas, por isso todos os detalhes relacionados com a higiene devem ser levadoem conta. Prioritariamenteo ambiente tem que estar limpo, os profissionais adequadamente uniformizados e muita atenção ao uso de materiais descartáveis”, explica Daniela Lopez.

Detalhes sobre o procedimento

Antes de realizar qualquer procedimento é totalmente necessário que uma responsável da clínica passe todas as informações do tratamento para a paciente. “ Detalhes sobre como funciona o procedimento, possíveis reações colaterais e a conduta adotada de pós-tratamento são fundamentais. Em clínicas onde isso não ocorre, ou que ocorrem informações desencontradas, existe uma falha grave. O meu conselho é que a paciente procure outro estabelecimento, para garantir a segurança de seu tratamento”, explica Daniela.

Certificação do profissional

Outro ponto que não deve ser deixado de lado é a certificação do profissional que vai realizar o tratamento, só assim é possível ter certeza que a esteticista não está colocando a saúde da paciente em risco. Em São Paulo, por exemplo, o paciente deve pedir a CRECS da esteticista. Uma carteirinha que comprova que a profissional é especializada”, explica a presidente do SindEstética.

Informações para a Imprensa:

RenataGarcia Bernardese Camila Michel

Ecco Press Comunicação Ltda.

11 – 5543-0039  |  11 – 8326-8408 | 11 – 9923.8248

Nilza Botteon

Mais de 20 anos de experiência em Jornalismo, com ênfase em Assessoria de Imprensa, desenvolvendo e liderando projetos de Construção de Marca e Relacionamento com a Imprensa. Sócia-fundadora e diretora da Ecco Press Comunicação desde 2003, ao lado de Renata Garcia Bernardes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© Ecco Press Comunicação Ltda  •  by Oibê  •  RSS