Ligue!

11.5543.0039

Dilma pode indicar ex-integrante da equipe de FHC para a Saúde



A presidente eleita, Dilma Rousseff, segue buscando um nome para indicar o Ministério da Saúde. E o escolhido por ser um ex-integrante do governo de Fernando Henrique Cardoso: o sanitarista Gonzalo Vecina Neto, superintendente corporativo do Hospital Sírio Libanês.

De acordo com a edição desta segunda-feira do jornal O Estado de S. Paulo, Vecina Neto tem o perfil que a presidente eleita procura para o novo comandante da Saúde. Dilma já teria até mesmo avisado a aliados que não haverá interferência do PMDB na escolha dessa pasta – ou seja, o ministro da Saúde sairá da cota pessoal dela.

Na terça-feira passada, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), anunciou que seu secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, havia sido escolhido por Dilma para chefiar o Ministério da Saúde. Irritada com a atitude do peemedebista, a presidente eleita negou que Côrtes fosse ocupar uma vaga em seu governo e Cabral precisou pedir desculpas pelas declarações.

Vecina Neto foi secretário de Saúde da prefeitura de São Paulo na gestão de Marta Suplicy e também presidente da a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no governo FHC. O médico ainda ocupou a secretaria nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde de agosto de 1998 a abril de 1999.

Fonte: Veja

Nilza Botteon

Mais de 20 anos de experiência em Jornalismo, com ênfase em Assessoria de Imprensa, desenvolvendo e liderando projetos de Construção de Marca e Relacionamento com a Imprensa. Sócia-fundadora e diretora da Ecco Press Comunicação desde 2003, ao lado de Renata Garcia Bernardes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© Ecco Press Comunicação Ltda  •  by Oibê  •  RSS